O sutiã já foi tema de polêmica durante um bom tempo. Felizmente, hoje em dia há um debate mais aberto sobre o uso da peça, e as mulheres podem ter mais autonomia ao decidir se desejam ou não usá-lo.

Se você pertence ao grupo de quem não abre mão dessa peça íntima, a Almaria preparou este post especialmente para te ajudar a conhecer mais sobre o universo do acessório e inovar na escolha da lingerie plus size.

A crença popular é que todos os sutiãs são desconfortáveis e sempre vão deixar marcas de pressão no corpo, só que isso só acontece se o modelo tiver sido escolhido de forma incorreta.

Para evitar isso e aprender como comprar peças íntimas que vestem de maneira verdadeiramente confortável, conheça abaixo os diferentes tipos de sutiã, para quem eles são recomendados e como escolher o modelo perfeito para você!

Principais tipos de sutiã

Listamos os principais tipos de sutiã para você escolher o seu:

1. Sutiã sem alças

Anteriormente conhecido como “tomara que caia”, o sutiã sem alças costuma ter taças espumadas ou de bojo, aros e laterais bem reforçadas para conseguir apoiar os seios sem as alças tradicionais.

Normalmente, o modelo é recomendado para mulheres com seios de volume pequeno ou médio, pois não oferece muita sustentação para aliviar o peso. Por aqui sabemos que, se escolhido corretamente (veja as dicas no final do post), ele pode ser usado por todas que querem aproveitá-lo para acertar nos looks com roupas decotadas ou sem alças.

2. Sutiã de alta sustentação

Uma curiosidade: a palavra “sutiã” vem do francês “soutien”, que significa literalmente “aquilo que sustenta”. Ou seja, todo sutiã já naturalmente tem a finalidade de segurar e proteger os seios, mas os modelos de alta sustentação prometem elevar esse conceito.

Por meio de alças mais largas, a presença (ou não) de bojo e uma cobertura maior, esse tipo de peça foi feito para proporcionar mais conforto, bem-estar e segurança para mulheres com seios mais volumosos.

sutia-de-alta-sustentacao

3. Sutiã push up

Existem algumas ocasiões pontuais em que gostaríamos de ressaltar a região do colo, como ao usar um vestido decotado bem sexy. São nesses casos que o sutiã push up pode ajudar – o seu suporte de aro tende a aproximar os seios, enquanto o seu bojo interno ajuda a elevá-los.

No entanto, apesar de ser uma função interessante em determinados looks, lembre-se de que você não precisa buscar sempre usar sutiãs que criam uma aparência que foge do natural para seguir padrão irrealista das revistas – foque no seu conforto e bem estar acima de tudo!

sutia-push-up

4. Sutiã adesivo

Esse tipo de sutiã não possui alças e nem fecho nas costas – como o nome sugere, ele acomoda os seios por meio de uma superfície adesiva.

São feitos de um material de silicone maleável e descartável, então, não são muito duradouros e costumam ser usados somente uma vez em looks singulares que têm aberturas nas costas e no colo (como os bodies, por exemplo).

Afinal, eles ficam quase invisíveis – só não se esqueça de conferir se a cor do sutiã é da mesma tonalidade da sua pele antes de comprar!

5. Sutiã nadador

Com ou sem bojo, esse modelo com fechamento frontal é um clássico! As suas alças são cruzadas nas costas num formato de “X” ou “Y”, de forma que os ombros ficam bem mais livres e os seios bem sustentados – fatores que mulheres com muito volume no colo apreciam bastante.

Além disso, quem ama praticar esportes também se beneficia muito do sutiã nadador e da maior movimentação que ele permite.

6. Sutiã meia taça

Outro tipo de sutiã que acomoda o colo de maneira natural! O modelo meia taça geralmente tem aros, é sem bojo, cobre 3/4 dos seios e não busca aumentar o seu volume, fazendo com que a região fique harmoniosamente valorizada sem criar uma aparência super ’empinada’ que é incoerente com os corpos naturais das mulheres.

7. Sutiã balconet

É bem similar ao modelo meia taça, mas o sutiã balconet tem um toque a mais de sensualidade proporcionado pelo seu decote cavado. Pode ser com ou sem bojo, já que o seu visual característico é garantido pelo fator de cobertura que protege a parte de baixo dos seios até mais ou menos a região dos mamilos.

8. Sutiã multifuncional

Os sutiãs multifuncionais são difíceis de definir somente de uma maneira, já que eles podem ser de quaisquer tipos – o único fator definitivo do modelo é o fato que ele oferece diversas funções. Existem peças com bojo ou sem, com alças largas ou finas e sempre removíveis.
É sem dúvidas o sutiã mais prático de todos, pois pode ser usado tanto com vestidos de eventos ao remover a alça, quanto no dia a dia com a alça. Os seus formatos costumam ser mais abrangentes e, portanto, menos precisos no acomodamento de diferentes tamanhos e tipos seios.

Dicas para escolher o seu sutiã

Para saber se o sutiã foi escolhido incorretamente, note se a sua circunferência aperta demais as costas, se as suas taças dividem os seios e causam desconforto ou se as suas laterais ficam subindo sem parar. Se você tem um modelo com alguma dessas características, veja abaixo os segredos para comprar sutiãs adequados e confortáveis:

Tamanho

Os tamanhos de peças íntimas são genéricos e muito variáveis, o que dificulta muito o processo de compras de roupa online. Um sutiã GG de determinada marca pode equivaler ao M de outra, então é preciso se guiar pelas tabelas de medidas individuais de cada produto.
Para isso, você precisa medir o tamanho das suas costas (numa linha paralela com a parte de baixo dos seios) e o tamanho dos seios em si (medido na altura do mamilo). Os tamanhos costumam ser formados por um número e uma letra. No caso de 46B, por exemplo, o 44 se refere a medida das costas/laterais e o B ao tamanho do seio/taça.

Objetivo

Como você viu, cada tipo de sutiã tem determinadas funcionalidades que podem ser usadas por todas. Para exemplificar: se você tem seios volumosos e sofre de problemas nas costas e nos ombros causados pelo peso, os sutiãs de alta sustentação sem bojo vão te ajudar a minimizar o problema. Logo, entender qual é o objetivo que você precisa da peça íntima é essencial para escolher o modelo.

Estilo

Considerar o estilo do sutiã a ser comprado não envolve somente o visual da peça íntima, mas também os looks que você mais usa no dia a dia. Veja bem, se você ama usar regatas/blusas de alcinha e não quer deixar o sutiã aparente, talvez seja melhor fugir dos modelos nadadores.
Isso porque, de maneira geral, é recomendado que as mulheres tenham ao menos 3 sutiãs – se um deles não puder ser usado com um dos seus tipos de blusas preferidas, você ficará com apenas 2 disponíveis no cotidiano.
Os nossos conteúdos que esclarecem os mistérios dessa peça íntima não acabam por aqui! Confira também o post sobre como descobrir o tipo ideal de sutiã para cada look e coloque os conhecimentos que acabou de obter por aqui em situações práticas!