Quando falamos de padrões de beleza, sabemos que as mulheres gordas são as que mais precisam lutar para que todos esses estereótipos não sejam algo que as impeçam de ser livres. No universo fashion, essa cultura de estipular padrões quase inalcançáveis ainda é muito presente, no entanto, alguns pequenos avanços na indústria vem acontecendo e por isso, devemos comemorar!

Existem modelos plus size incríveis ao redor do mundo para nos inspirar, como Ashley Graham, Fluvia Lacerda, Pamela Alexandra, Tabria Mjors e muito mais. Todas elas passaram por cima de padrões e precisaram exercitar a aceitação corporal – dentro do tempo individual de cada uma, conseguiram se sentir confortáveis com quem são.

Aos poucos, muitas dessas mulheres se tornaram reconhecidas por sua força e determinação para chegar no lugar que queriam, compartilhando as sua histórias de vida, espalhando a mensagem do body neutrality e surpreendendo a todos com a autoconfiança.

Os padrões das revistas e catálogos tradicionais priorizam corpos idealizados, e as consequências graves que eles geraram na sociedade têm sido um problema para as mulheres gordas. Mas estamos aqui para te mostrar como é perfeitamente possível se tornar modelo Plus Size, tanto fotográfica quanto de passarelas!

O que fazer para ser uma modelo plus size?

Ser uma modelo plus size não é uma coisa super simples, mas também não é impossível. Existem algumas dicas que podem te ajudar, mas antes de tudo, saber onde você quer chegar é um grande passo para começar a sua jornada. Existem modelos comerciais, de catálogo ou passarela, em ordem crescente dos ramos que mais aceitam modelos gordas no momento atual.

O primeiro com certeza é o mais democrático e acessível de conquistar, então, as nossas dicas foram pensadas especialmente para te dar um empurrãozinho. Se você ama o universo fashion, esse post é para você!

1. Fazer exercícios de consciência corporal

A consciência corporal é um conceito que envolve a nossa percepção física por inteiro. O que isso tem a ver com ser modelo? Bom, entender as suas capacidades (flexibilidade, expressões faciais) e limites (hábitos ruins, postura inadequada) é fundamental para que você ressalte seus pontos positivos ao ser fotografada e para que possa trabalhar nos negativos com o tempo.

Para desenvolver a sua consciência corporal, fazer exercícios físicos como caminhada, pilates, yoga e dança é ótimo, visto que são atividades que permitem uma maior conexão da mente com o corpo. Só não se esqueça de visar que o objetivo é se conectar com seu físico, e nunca forçar os seus limites de maneira prejudicial.

2. Ter a idade apropriada

A idade da modelo é um ponto muito importante. Para que você possa ser reconhecida, estar em capas de revistas, ou até mesmo desfilar nas passarelas, participando de semanas de moda em diversos lugares do mundo, existe a idade mínima de 16 anos. Essa idade também é usada como base para as modelos que não são plus size.

Algo que muitas mulheres não sabem é que várias agências já fazem acompanhamento com as modelos antes mesmo de completarem 16 anos, de forma que, assim que elas atingem essa idade, já estão praticamente prontas para entrar no mercado.

Logo, se você ainda não tem 16 anos, é uma ótima opção já procurar uma agência para ter o seu acompanhamento. Investigue bem e procure por uma agência séria e respeitosa, nada de burlar os seus limites, ein?

3. Perder a vergonha das câmeras

É claro que para ser uma modelo, ter uma boa interação com as câmeras é quase obrigatório, porque assim, você consegue transmitir a sua confiança através das fotos. Para treinar isso, a nossa dica é tirar fotos e vídeos de si mesma em casa até começar a ganhar familiaridade com as lentes – esse processo também te ajudará a descobrir os seus melhores ângulos!

4. Treinar poses na frente do espelho

Outra parte essencial da profissão de modelos fotográficas é o seu arsenal de poses – apesar dos fotógrafos indicarem essa questão na hora, ter essa carta na manga é um grande diferencial. Para isso, treinar na frente do espelho pode parecer banal, mas é a melhor forma de se conhecer e criar naturalidade na hora de posar.

Assista um vídeo inspiração no Youtube, coloque uma música empoderadora de fundo e se jogue!

5. Se cercar de mídias sociais de modelos plus size

O Instagram e as demais redes sociais estão repletas de fotos e vídeos que nos fazem crer na existência de um ‘corpo perfeito’, já que não vemos as horas de edição que 90% das pessoas inserem em suas mídias. Isso é especialmente nocivo para a jornada de se tornar uma modelo plus, pois muitas vezes nos faz sentir insuficientes e inadequadas para o trabalho.

Saiba que isso não poderia estar mais longe da verdade – cada corpo é perfeito do seu próprio jeito, com todas as suas curvas e celulites. Para te ajudar a reconhecer isso, conheça as modelos plus size mais influentes do mundo e comece a se cercar de mídias reais e inspiradoras!

6. Ter um portfólio fotográfico

Se você você vai começar a procurar uma agência agora, ou vai tentar parceria com algumas lojinhas da sua cidade, é melhor que você já tenha um material fotográfico, porque assim eles já vão poder ter uma noção de como é o seu trabalho e como você se comporta na frente das câmeras.

7. Ser autoconfiante e carismática

A autoconfiança é essencial para as modelos plus size, principalmente porque mulheres gordas sempre estão sobre olhares julgadores, comentários maldosos e repletos de preconceitos, e quando mostramos que temos confiança em nós mesmas, nada mais pode nos abalar.

Outra dica: na hora de tirar as fotos, demonstrar confiança é o segredo para fazer um ensaio fotográfico incrível!

O carisma também é algo essencial, não só para as modelos plus size, como para todas as mulheres que atuam nesse ramo, porque afinal, são essas qualidades que vão fazer com que você seja reconhecida, não só pelo fato de ser fotogênica e saber posar para uma foto, mas porque você é uma pessoa que sabe encantar as outras com a sua verdade!

8. Se dedicar ao máximo

Essas são umas das coisas mais difíceis em todo esse processo, mas também são aquelas que vão fazer você chegar onde quer. Nós sabemos que ter dedicação e se manter focada é algo muito difícil, principalmente sendo uma modelo plus size, o importante é que você seja sempre você mesma.

Estude e lute muito pelo sonho de ser uma modelo ou qualquer coisa que quiser, porque sim, você consegue!

9. Selecionar as marcas preferidas

Ser contratada por uma marca não envolve apenas a escolha deles por você, mas também a sua por eles. No início, é mais difícil ter várias opções para conseguir selecionar as melhores, a nossa recomendação sempre será priorizar a sua saúde mental.

Evitar um ambiente tóxico e procurar por marcas realmente boas é muito melhor do que passar por experiências que nos afetam intrinsicamente.

Dessa forma, busque lojas e empresas que dividam os seus mesmos valores – e tenham um catálogo de roupas que ficaria interessante no seu portfólio, claro – e curta o job com a tranquilidade de estar cercada por pessoas acolhedoras!

10. Ter paciência no processo

A paciência é algo que nós trabalhamos em nós mesmas, para que nada nesse ambiente cheio de padrões e muita pressão nos desanime. Não se esqueça de que tudo é um processo e que cada passo que você der, vai valer a pena no final.

A nossa luta é constante para que o padrão das passarelas não seja mais um empecilho para as mulheres plus size, que querem seguir uma carreira no mundo na moda como modelo. Se todas essas mulheres incríveis conseguiram se tornar grandes modelos plus size, você também consegue!

E aí, o que achou dessas dicas? Esperamos que tenha te inspirado a seguir firme com o seu sonho, e também te dado um norte sobre como ser modelo plus size. Se você gosta de dicas e conteúdos desse tipo, que tal conferir o nosso post com 6 famosas que usam manequim 44 para se inspirar?

Até a próxima!